21 março 2012

Um programa para a educação no campo

  • Pronacampo terá investimento de R$ 1,8 bilhão por ano. 
  • O Brasil tem 76 mil escolas e 342 mil professores no campo
  • Só nos últimos cinco anos, 13.691 escolas rurais foram fechadas
  • Hoje, 90% dessas escolas não têm acesso à internet
  • O programa pretende instalar laboratórios de informática em 20 mil escolas rurais e pontos de acesso à internet em 10 mil escolas até 2014
  • O Brasil tem aproximadamente 30 milhões de pessoas que vivem no campo
  • Tem a segunda maior agricultura do mundo (abaixo dos EUA)
  • Produz US$ 300 bilhões na agricultura
  • Exporta quase US$ 95 bilhões em produtos agrícolas

A cerimônia de lançamento (ocorrida em 20/3) do Programa Nacional de Educação no Campo (Pronacampo)  teve a presença da senadora Kátia Abreu, ex-DEM, atual PSD-TO; ex-oposição, atual situação. Representante do agronegócio, ela preside a Confederação Nacional da Agricultura e foi vaiada pelos trabalhadores rurais também presentes à cerimônia de ontem.

Ministro da Educação, Aloizio Mercadante, fala sobre o programa.

"Às vezes o problema é a evasão da população, mas muitas vezes é uma política para reduzir custos e isso acaba penalizando jovens que têm que percorrer distâncias cada vez mais longas para ter acesso à escola”.

Para seguir o blog e receber postagens atualizadas, use a opção "seguir", ao lado.

[agenda política]