24 março 2014

A ditadura e seus psicopatas de ontem e de hoje


Quem marcha em defesa do golpe é gente que esbofeteia cada um dos milhões de brasileiros que foram privados da liberdade por mais de duas décadas neste país.

Leia o artigo


Na foto acima, Paulo Malhães, que admitiu que torturou, matou e ocultou cadáveres. "Quantos morreram? Tantos quanto foram necessários". Fonte: BBC Brasil.


Para seguir o blog e receber postagens atualizadas, use a opção "seguir", ao lado.