21 agosto 2012

O gato subiu no telhado

Presidenta Dilma vetou integralmente todo o anexo de metas e prioridades aprovado pelo Congresso.

Medida já teve repercussão negativa entre deputados e senadores, pois a elaboração do anexo é um dos pontos principais da negociação política em torno da aprovação do projeto da LDO.

Esse anexo, elaborado com base em 920 emendas de deputados e senadores, representa investimentos da ordem de R$ 10,6 bilhões, em 221 ações.
No veto, a presidente justificou que as ações poderiam desorganizar os esforços do Executivo na execução de ações prioritárias.
Até o deputado Paulo Pimenta (que é do PT) diz que a justificativa para os vetos foi muito sintética e se espera que o governo retome as conversas sobre o Orçamento.

Leia as matérias completas da Agência Câmara.

LDO é sancionada com veto integral às metas elaboradas pelo Congresso.
 
Para seguir o blog e receber postagens atualizadas, use a opção "seguir", ao lado.