16 abril 2012

Eleição no Parlasul


A emperrada reforma político-eleitoral poderá inspirar-se nas regras discutidas para a escolha, por eleição direta, dos representantes brasileiros no Parlamento do Mercosul (Parlasul). 

Tramitam no Congresso duas propostas distintas. Uma do Senado e outra da Câmara. Elas têm um consenso, segundo estudo feito pelo Ipea.
Concordam em adotar exclusivamente o financiamento público de campanha custeada, com 5% do valor total, pelo Fundo Partidário.

A experiência poderá resultar em representação socioeconômica distinta da composição atual do Congresso Nacional?
 

Matéria de Mauricio Dias, da Carta Capital,15 de abril 2012.


Leia o estudo completo do IPEA.

Para seguir o blog e receber postagens atualizadas, use a opção "seguir", ao lado.