23 janeiro 2012

Gasto com servidor desacelerou em 2011

Estimativa com base em dados do Tesouro Nacional e do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal, o Siafi, mostra que despesas com pessoal diminuíram em sua proporção ao PIB.

Em 2010, último ano da presidência Lula, gastos também foram proporcionalmente menores. 


Em 2009, esse tipo de gasto atingiu 4,76% do PIB (Produto Interno Bruto), soma de tudo o que o país produz, o maior nível desde 2005. Nos anos seguintes, no entanto, a tendência se inverteu.

Em 2010, caiu para 4,55% do PIB, mesmo com a elevação no valor nominal das despesas. Isso ocorreu porque, além da desaceleração observada em relação a 2009, a economia se expandiu em ritmo maior que a folha de pagamento.

A proporção em 2011 poderá ficar abaixo de 4,5%. Até novembro do ano passado, a relação entre os gastos de pessoal e o PIB tinha caído 0,07 ponto percentual em relação ao mesmo período de 2010*.

* O percentual de 2011 também só será conhecido no fim do mês e revisado quando o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgar, em março, o crescimento do PIB no ano passado.



Fonte: Agência Brasil, com adaptações.



[temas da agenda política]

Siga o blog e receba postagens atualizadas. Clique na opção "seguir", ao lado.