09 maio 2016

Presidente em exercício da Câmara anula votação do impeachment


A oposição vai dizer quê? Que é golpe? Mas eles não acreditam nisso. Ou agora acreditam?



Presidente em exercício da Câmara anula votação do impeachment 

O presidente interino, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), anulou hoje (9) as sessões do dias 15, 16 e 17 de abril, quando os deputados federais aprovaram a continuidade do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Ele acatou pedido feito pela Advocacia-Geral da União (AGU).  A informação é da presidência da Câmara. 

Fonte: EBC.


O curioso é que, em meio à imensa repercussão da notícia, a Comunicação da Câmara sonegou na notícia.
Até às 12h16min, a página da Câmara e seu perfil no Twitter não davam a notícia. 
Ao contrário, quem aparece em destaque no Portal da Câmara é o deputado afastado Eduardo Cunha, o que mostra quem é que ainda controla a comunicação da Casa.






Apenas às 12h17min o Portal da Câmara e seu perfil no Twitter informaram:
Waldir Maranhão anula sessão da votação do impeachment na Câmara dos Deputados  













O Brasil precisa de uma opinião pública melhor informada, atenta e democrática. Ou será um país de Estado ineficiente, capturado por interesses escusos, com governos fracos, oposição golpista, imprensa hipócrita e pessoas egoístas e intolerantes.
 
Para seguir o blog e receber postagens atualizadas, use a opção "seguir", ao lado.