19 fevereiro 2015

Qualidade do Gasto Público no Brasil

Municípios médios mostram-se mais eficientes do que os muito grandes (como as capitais) e do que os muito pequenos.

O estudo Padrões Regionais do Gasto Público Municipal no Brasil, do pesquisador Constantino Cronemberger Mendes, ganhou o VII Prêmio de Monografias promovido pela Secretaria de Orçamento e Finanças do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (SOF).

O pesquisador discute como a configuração territorial do gasto público se relaciona com a dinâmica socioeconômica em escalas local, estadual, regional e nacional.

Os resultados mostram “que as pequenas cidades apresentam despesas médias comparáveis às capitais e às grandes cidades”. “Esse comportamento sugere deficiências de escala na provisão de bens e serviços públicos naquelas localidades. Esse padrão também revela a dificuldade de compatibilizar a dinâmica socioeconômica local e o aumento da demanda com capacidades governamentais claramente mais limitadas”.

Leia o estudo Padrões Regionais do Gasto Público Municipal no Brasil


 
Para seguir o blog e receber postagens atualizadas, use a opção "seguir", ao lado.