05 dezembro 2012

Niemeyer



“Eu tô na linha dos velhos pessimistas. Eu acho que a vida é um minuto. O ser humano, completamente desprezado, nasce e morre. Então, o sujeito tem que olhar pro céu e sentir que é pequenino, que tem que ser modesto, que nada é importante. A vida é um sopro, um minuto. Então não há razão pra esse ódio todo.”
Oscar Niemeyer, às vésperas de completar 100 anos, no filme "A vida é um sopro".



Vida e obra de Oscar Niemeyer.