16 maio 2011

O Congresso e o governo Dilma

"Passados os 100 primeiros dias da nova Presidente, algumas inovações foram feitas e o ambiente no Congresso também não é mais o mesmo do que sob Lula".

SANTOS, Fabiano, BORGES, Mariana e RIBEIRO,  Marcelo Barata . O Congresso e o governo Dilma. Papel Legislativo. Rio de Janeiro: Núcleo de Estudos sobre o Congresso (NECON). nº.1 maio/2011. Disponível em http://necon.iesp.uerj.br/images/pdf/papeis/pl.%20n.1-2011%20.pdf


O governo Dilma pode ser considerado como de continuidade ao governo Lula, sobretudo no que tange à composição de uma ampla e heterogênea coalizão de partidos no seu ministério. Contudo, passados os 100 primeiros dias da nova Presidente, algumas inovações foram feitas e o ambiente no Congresso também não é mais o mesmo do que sob Lula.

Ao mesmo tempo, muitos são os desafios que se colocam na agenda do governo e do Congresso, como a reforma política, a reforma tributária e a continuação da política externa que busca consolidar o papel do Brasil como importante ator internacional.

Neste Papel Legislativo o objetivo será traçar um panorama de como será relação Executivo-Legislativo através do perfil do primeiro gabinete de Dilma, do Congresso e de suas comissões. Pretende-se vislumbrar como e se as mudanças introduzidas pelo novo gabinete da Presidente e a atual configuração do Congresso influenciarão no andamento da agenda da política externa brasileira e das principais pautas do Congresso.

Siga o blog e receba postagens atualizadas. Clique na opção "seguir", ao lado.  
Siga-me no Twitter